Digite o nome do sepultado (ou trecho do nome) para fazer a busca








Noticias
DOMINGO, 17 DE DEZEMBRO DE 2017 | 15:44
 
É Natal ! E sinto tanta saudade...
 
NATAL é festa de família.

Que estranho participar dessa festa se nem todos estão mais aqui juntos para festejar.

Que estranho fechar os olhos e lembrar-me do dia em que me disseram que nunca mais veria meu filho, minha mãe, meu marido…

Muita gente não gosta mais do Natal porque é em ceias e festas que se faz mais presente a ausência dos entes queridos. Há uma dissonância entre a tristeza interior e os estímulos externos, que ditam que você deve estar alegre.

Em épocas como o Natal se avivam as lembranças de forma aguda e é normal sentir uma enxurrada de emoções e sentimentos diante dessa situação.

Qualquer luto é uma reação natural. Trata-se de uma forma de adaptação que segue um processo de desapego, de despedida de alguém que se foi.

Viver o processo de luto é saudável, não é uma patologia, é fase normal de adaptação.

Nunca se está suficientemente preparado para a morte de um ente querido. O primeiro ano é o pior, sobretudo com o primeiro Natal e outras datas relacionadas à pessoa perdida. O melhor é tentar fazer com que o ausente continue ocupando um lugar na família, ainda que seja de outra maneira.

Não existe receita única para os que perderam um ente querido porque cada perda é distinta, e cada um mostra, oculta ou sente a dor de uma forma diferente

A sociedade já está mais sensibilizada ao tema do luto, embora alguns anos atrás a família estivesse mais capacitada para lidar com essa difícil situação. Com sua dispersão, o indivíduo se encontra mais sozinho.

Encontrar uma rede de apoio na cidade ou na igreja é sempre uma opção muito válida.

E não esquecer o verdadeiro sentido do Natal, que acaba distorcido pelas festas e pelo consumo frenético dessa época. Deus sempre procurou seu povo, tomou conta, prometeu estar perto. O livro do Deuteronômio diz que Deus anda conosco, nos pega pela mão, como um pai com seu filho. Jesus nasceu de verdade entre nós. Passou por todas as nossas dores desde que nasceu, e ainda por outras que nós jamais passaremos. É um fato histórico.

O Natal é oportunidade de reviver aquele encontro tão especial com Jesus. É nosso encontro com Deus. Vá ao encontro Dele, abandone-se Nele. Sinta a paz. Talvez você até queira fazer o natal mais dias na sua vida.
 
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
SEXTA-FEIRA, 11 DE MAIO DE 2018 | 12:17
 
Dia das mães, um dia de muitas lembranças
 
TERÇA-FEIRA, 01 DE MAIO DE 2018 | 08:23
 
DIA DAS MÃES - Missa e Funcionamento
 
SÁBADO, 10 DE FEVEREIRO DE 2018 | 11:19
 
Parque da Ressurreição - Horário de atendimento
 
SÁBADO, 10 DE FEVEREIRO DE 2018 | 08:53
 
Missas semanais na capela
 
SÁBADO, 27 DE JANEIRO DE 2018 | 07:51
 
Mantenha seu endereço e telefone atualizados
 

Comunidade do Cemitério Parque da Ressurreição © 2013 • Todos os direitos reservados
            Web Site desenvolvido por  Le Play Fagury